Tenta correr e verás o que é bom

Mas não é tentar uma vez. É tentar duas, três, quatro. Correr é algo que se aprende a gostar. Este gosto só é nato para meia dúzia. Se algum dia pensasse que podia entrar nesta aventura, diria que era mentira. Desde criança que a minha ligação ao desporto foi sempre próxima. Principalmente por fortes estímulos do meu pai que, aos poucos, me foi “empurrando” para o karaté, depois para o futebol e por fim o andebol onde me mantive durante alguns anos. Mas o desporto não passava disso: treinar, jogar em equipa e, na maioria das vezes a suplente, dado o meu corpo franzino.

Os anos foram passando e as tentativas para retomar a forma física com idas ao ginásio foram escassas. Talvez porque nunca fora uma prioridade.

Chega então 2012. O ano que marca uma viragem. Com muita força iniciei o meu percurso na corrida de estrada… E que tão boa decisão eu tomei!

BES Run Challenge 2015 | Costa da Caparica
BES Run Challenge 2015 | Costa da Caparica
Não foi mesmo nada fácil ao início… A habituação do corpo ao ritmo, as dores musculares, o retomar de um processo que há muito estava parado. Nós somos como as máquinas, precisamos de óleo e de movimento para continuarmos a produzir.

Foi nesta fase que comecei a ouvir o que, curiosamente, hoje ainda ouço:

– Correr? Detesto correr? Mas corres atrás do quê? – alguns perguntam.

– É bom! Já experimentaste? Olha à tua volta a quantidade de gente a aderir. – afirmo eu com entusiasmo.

Uns respondem que nunca experimentaram. Outros que já tentaram mas que não gostam, ou porque é um desporto solitário ou porque ficam cheios de dores ou porque não é divertido ou porque cansa muito, etc, etc etc. Alguns dizem mesmo que gostam é de caminhar. Outros glorificam-se com 60 minutos de ginásio à hora de almoço, outros reconhecem a importância mas não fazem nada mesmo. Pura preguiça.

– Oh tu sabes lá a minha vida… Quando tiveres filhos… – dizem uns.

– Eu sei que precisava de fazer algo mas não tenho tempo… – dizem outros.

Há tempo. Há sempre tempo. A corrida e o desporto é que não são uma prioridade.

Amigos,

Correr é uma fuga.

Correr é bom.

Dói… mas a dor é boa.

Há tantas pessoas neste mundo que não podem e gostavam de correr… dar apenas um passo.

Corrida Fim da Europa 2016 | Foto: Atletismo Magazine Modalidades Amadoras
Corrida Fim da Europa 2016 | Foto: Atletismo Magazine Modalidades Amadoras
Estreei-me, ainda nesse ano de 2012, na Meia Maratona de Lisboa (21 km), com início na ponte Vasco da Gama. Tinha um objectivo definido: chegar ao fim, sem parar! Quanta emoção ao registar 1h53m. Quanta emoção ao verificar que não tinha parado e que tinha gerido o meu ritmo correctamente. E isto foi determinante para que hoje, anos depois, possa continuar na senda desta aventura que é a corrida.

Monte da Lua - Trail 2015
Monte da Lua – Trail 2015
Hoje também sou fã dos trilhos (trails). Um tipo de corrida diferente e extremamente exigente, mas que me faz sentir bem, sentir que consigo ultrapassar alguns limites que aí deixam de o ser. Uma verdadeira aventura.

É nesta aventura que sinto que tudo depende de mim. Não depende dos outros.

É nesta aventura que me sinto livre para tomar decisões. Que não tenho de depender de decisões de outros.

É nesta aventura que sinto o meu corpo a reagir à minha vontade. Que não tenho de reagir às vontades dos outros.

Hoje sou fã das grandes comunidades de running. Hoje gosto de falar sobre as minhas corridas. Hoje adoro encontrar pessoas com este mesmo gosto e falar de todas as corridas passadas e futuras.

Falamos a mesma língua: algo como “corridês” ou “runninguish”.

Mas são tantas as razões pelas quais a corrida é para mim uma das coisas que mais gosto de fazer. E por isso decidi partilhar 10. As outras ficam comigo. A descoberta faz parte da experiência de correr. Experimenta e descobre as tuas.

As minhas 10 razões para gostar de correr (sem qualquer ordem de importância):

  1. Gosto de sair do mundo real e reservar um espaço para pensar em coisas diferentes ou não pensar mesmo em nada;
  2. Gosto da expressão e entusiasmo dos meus pais quando me vêm a chegar à meta numa prova;
  3. Gosto da sensação de os ver a apoiar-me. Só eu sei sentir isso;
  4. Gosto de saber que foi graças à corrida que já fiz grandes amigos;
  5. Gosto da festa e do ambiente que envolvem todas as provas;
  6. Gosto de sentir a natureza nos trails, viajar pelas estradas de Portugal para fazer apenas 10km de corrida e com isso conhecer lugares maravilhosos;
  7. Gosto de chegar à meta e chorar de emoção por ter conseguido cumprir um objectivo ou ficar chateado por não ter conseguido. Significa que estive lá e tentei. Gosto disso;
  8. Gosto de tentar incutir nos outros o espírito da corrida e motivá-los a participar;
  9. Gosto de ser saudável;
  10. Gosto do que a corrida já me deu e me dá.

Corrida São Domingos de Benfica 2014 | Foto: Atletismo Magazine Modalidades Amadoras
Corrida São Domingos de Benfica 2014 | Foto: Atletismo Magazine Modalidades Amadoras
Sou um mero corredor amador, mas desejo para o futuro que todo este entusiasmo continue. Que possa sempre correr com a força que me for possível. Pois não quero prescindir de nenhuma das razões anteriores. Uma única sequer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.